1,5 mil médicos vão preencher vagas no SUS

Da redação

O ministério da Saúde anunciou hoje (22) que aproximadamente 1,5 mil profissionais da saúde entre cubanos e brasileiros que se formaram no exterior devem chegar ao país até o fim de agosto para ocupar vagas em aberto do Programa Mais Médicos.

Desse total, em torno de 600 já estão no Brasil, participando do acolhimento e regularizando a documentação antes de se deslocarem aos municípios onde vão atuar. Entre os que já chegaram, 300 são de Cuba. A previsão é que mais 250 desembarquem ainda esta semana, de um total de 1,2 mil médicos cubanos.

Os médicos que se formaram fora do Brasil passam por um período de acolhimento com duração de três semanas, quando são abordados aspectos do SUS (Sistema Único de Saúde), com enfoque especial na atenção básica, doenças prevalentes no Brasil, conhecimentos linguísticos e aspectos éticos e legais da prática médica. Só poderão participar do programa profissionais que forem aprovados em avaliação realizada durante o acolhimento.

A previsão do governo é que a primeira leva de profissionais, com 305 médicos, comece a chegar a 226 municípios e um distrito indígena no dia 8 de agosto. Eles farão ainda uma semana de acolhimento no local onde vão atuar. As atividades em unidades básicas de saúde começam em 15 de agosto.