ABC: descentralização da farmácia de alto custo ainda é pauta na região

 

 

Ainda falando sobre a região do ABC, mas desta vez sobre uma questão que vem preocupando muitos moradores, principalmente àqueles que retiram medicamentos de alto custo na farmácia do Hospital Mário Covas, em Santo André, é a discussão sobre a descentralização destes medicamentos para outros pontos do ABC.

Mais de dois mil pacientes passam diariamente pela farmácia de alto custo do Hospital Mário Covas em busca de Medicamentos. Porém, as filas dentro do local são grandes e exaustivas.

Além dos atendimentos presenciais, que somam a maior parte, a farmácia de alto custo também realiza cerca de 400 atendimentos telefônicos por dia.

Uma forma de tentar diminuir as filas e, consequentemente, o tempo de espera é o projeto de descentralização da entrega dos medicamentos. Dessa forma oferecendo serviços em outros municípios.

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Secretaria de Saúde de São Paulo que informou por meio de nota que: “o projeto está sendo desenvolvido em conjunto com os municípios e que a pasta vem se reunindo com representantes do Consórcio para dar andamento à implantação das farmácias em locais estratégicos da região”.

Caso o projeto entre em vigor, além de auxiliar na diminuição das filas também ajudará moradores que vem de outros municípios ate Santo André apenas para retirar medicamentos.

A Prefeitura de Santo André informou por meio de nota que, “a proposta de descentralização vem sendo discutida regionalmente há algum tempo com objetivo de facilitar o acesso dos pacientes”.