Ações do Twitter despencam com queda no número de usuários

As ações do Twitter despencaram nas operações antes da abertura do mercado após a empresa afirmar que perdeu usuários no segundo trimestre deste ano.
A rede social fechou o período com 335 milhões de usuários mensais, 1 milhão a menos do que o registrado nos três primeiros meses do ano, principalmente nos Estados Unidos.
O maior rival do Facebook – cuja as ações despencaram quase 20% nesta quinta-feira (27) após a rede divulgar receita abaixo do esperado – disse que a decisão de penalizar usuários mal comportados tinha valido a pena, embora mensalmente o uso da rede social tenha caído.
A empresa não revelou o número de usuários diários.
O Twitter tem estado sob a pressão de reguladores em vários países para eliminar discursos de ódio, conteúdo abusivo e desinformação, bem como proteger melhor dados dos usuários e aumentar a transparência nos gastos com propaganda política, além de combater contas falsas e robôs para manipular a plataforma.
A empresa de mídia social aumentou as exclusões e suspensões de contas nos últimos meses, dizendo que essa era uma razão pela qual o número de usuários mensais diminuiu.
Analistas esperavam um ganho de 1 milhão de usuários, e os resultados podem ampliar as preocupações de que o Twitter não tm uma clara estratégia para aumentar o uso e a receita juntos.
O presidente-executivo Jack Dorsey disse que o número de usuários diários cresceu 11% em comparação com um ano atrás, acrescentando que isso mostrou que abordar “comportamentos problemáticos” estava transformando o serviço
Além disso, afirmou que os resultados mostram os investimentos na saúde financeira do Twitter no longo prazo, e enfatizou esforços para eliminar a violência e o comportamento inadequado na rede.
“Queremos que as pessoas se sintam seguras para se expressarem, e por isso lançamos ferramentas para abordar os problemas que distorcem e desviam a atenção pública”, afirmou.
Lucro
O lucro recorde e a receita acima das estimativas dos analistas, divulgados em balanço nesta sexta-feira(27), não foram suficientes para animar os investidores. As ações da empresa, que chegaram a cair 20% antes da abertura do mercado, tinham perdas de 10,5% por volta das 11h aos US$38,43 (R$143,10).
As receitas de US$711 milhões (R$2,65 bilhões), principalmente de publicidade e 24% acima do ano passado, superaram a estimativa de analistas, de cerca de US$696 milhões (R$2,59 bilhões).
O Twitter disse que se beneficiou de duas semanas da Copa do Mundo no segundo trimestre, com anúncios vinculados ao torneio de futebol gerando US$30 milhões (R$111,7 milhões) em receita. O lucro foi de US$100 milhões (R$372,37 milhões), com acréscimo de US$42 milhões (R$156,4 milhões) devido a um movimento da contabilidade fiscal.

Fonte: Folha