Acusado de cobrar propina, secretário de Meio Ambiente de SBC é exonerado

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, determinou hoje (31) a demissão do secretário de Gestão Ambiental, Mario Henrique de Abreu, e dos outros dois servidores da Pasta, todos acusados de cobrar propina.

O Ministério Público junto com o Gaeco deflagraram na manhã de hoje (31), em São Bernardo do Campo, a Operação Barbatanas que resultou no cumprimento de dez mandados de busca e apreensão, dentre eles, na Secretaria de Gestão Ambiental e na residência do secretário, o vereador licenciado Mario Henrique de Abreu (PSDB).

 

Também são suspeitos na ação, o diretor de licenciamento, Sergio de Sousa Lima, e o chefe de seção Tiago Alvez Martinez, pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e concussão.

A operação contou com o apoio de dez promotores de Justiça e efetivo de 20 policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil) e dez viaturas da polícia.