Ana Cristina, ex-mulher de Bolsonaro, desmente Folha de S.Paulo em caso de ameaça de morte

A Folha de S.Paulo, divulgou um telegrama do Itamaraty com uma suposta ameaça de morte do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro a sua ex-mulher, Ana Cristina Valle, há sete anos, por conta de uma disputa pela guarda do filho do casal.

Procurada novamente pela Folha, Ana Cristina não confirmou ter sido ameaçada de morte.

O Veículo de comunicação publicou um documento do Itamaraty (abaixo), datado em 29/07/2011. Segundo o documento, o deputado e candidato à Presidência pedia ajuda porque Ana Cristina havia viajado para Noruega com o filho deles, sem a autorização de Bolsonaro.

No telegrama, o embaixador Carlos Henrique Cardim relata que Ana Cristina, ao receber uma ligação telefônica do vice-cônsul da Noruega, dizia ter deixado o Brasil há dois anos por conta de uma ameaça de morte, e que essa acusação podia motivar um asilo político no país.

Em entrevista a Folha, Ana Cristina diz que o telefonema feito pela Embaixada foi para seu marido norueguês, e não para ela, e que não tinha intenção de fugir com a criança, mas sim, passar um período de férias na Noruega, a pedido do filho.

Segundo a Folha, Ana Cristina disse também.”Foi uma pressão que [Bolsonaro] fez. Mas é uma questão de pai, de foro íntimo, entendeu, de família mesmo. Eu achava que ele nem deveria ter feito isso, mas se ele fez… E depois acabou tudo bem, ele tirou a ação [que corria no Rio] e ficou tudo bem. […] É coisa de pai, que eu respeito ele, porque ele tem um amor fora do comum pelos filhos.”

Procurada ainda ontem pela Folha, a ex-mulher de Bolsonaro, por um aplicativo de celular, diz.”não falou com nenhum cônsul ou vice”. E sobre a suposta ameaça de morte feita pelo candidato, por volta de 2009, ela diz ter falado com seu marido norueguês e ele.”falou que não disse nada disso”, e Ana Cristina ainda completou relatando a maneira como está sendo dada tal informação.”Acho que vocês estão pegando pesado falando isso”.

Ainda ontem, a ex-mulher de Bolsonaro divulgou um vídeo em uma rede social dizendo estar indignada com reportagem feita pela Folha de S.Paulo, ela ainda diz que o presidenciável, nunca ameaçou de morte, e que ele não possui índole para fazer algo do tipo. Ela finaliza afirmando que Jair Bolsonaro, é um bom pai e um bom ex-marido.

O candidato que está internado no Hospital Albert Einstein, após ser atacado com uma faca em ato político, em Juíz de Fora, Minas Gerais, não se manifestou em relação a reportagem divulgada.

Fonte: Rede Globo, Jornal Nacional – 25/09 e Folha de S.Paulo