Atenção! Dicas para não cair em ciladas na Black Friday

O Black Friday é uma tradição norte americana na qual em um dia determinado de novembro, os preços dos produtos despencam.
No Brasil, essa ação de marketing começou a ganhar força a partir de 2010, sobretudo, nas vendas on-line.
Em 2017, de acordo com a EBIT – empresa de levantamento e monitoramento de vendas eletrônicas, a expectativa é que seja comercializado em torno de R$ 2 bilhões – o que representa uma alta de 15% em relação ao ano passado.
Mas, antes de comprar os produtos pelo menor preço, fique atento a algumas armadilhas, evite fraudes e não caia em ciladas.
Confiabilidade das lojas
Na Black Friday, a maioria das vendas é feita de forma on-line em lojas virtuais. Portanto, é preciso ficar de olho na reputação das lojas que estão oferecendo os produtos.
Propaganda enganosa
Existem lojas que aproveitam a Black Friday para anunciar uma promoção com preços praticados diariamente. Ou seja, elas aumentam o preço da mercadoria, e colocam um desconto “irresistível” que alcança o valor de venda de dias comuns. Essa prática é denominada como “maquiagem de preços” e é considerada propaganda enganosa.
Ou seja, é fundamental que as pessoas sejam criteriosas e exigentes e, tenham conhecimento dos itens vigentes no Código do Consumidor.