Banco Central mantém taxa Selic em 14,25% ao ano

Da redação

RN-Dinheiro-20150209-4Os juros que são referência para investimentos tiveram a taxa mantida em 14,25% ao ano. A Selic é relevante na hora de executar um projeto. Os empresários tomam suas decisões em relação ao lucro, se for menor ou maior que a taxa básica.

Se o retorno para o empresário for menor, ele não executa o projeto e pode aplicar o dinheiro no Tesouro Nacional, que paga juros próximos desse valor definido pelo BC. Ele também pode aplicar em outros produtos financeiros.

A taxa também influencia o custo do pagamento de empréstimos e financiamento por parte dos consumidores. A partir da alteração da taxa, o custo dos bancos para reunir recursos também muda. A diretoria do Banco Central foi unânime na decisão. A taxa segue inalterada há sete reuniões.

A partir da alta do custo dos bancos, o empréstimo fica mais caro. Se a facilidade de reunir recursos for menor, o custo também diminui. A Selic também influencia no controle da inflação. Se a Selic apontar alta, o BC quer influenciar a economia a abaixar os preços.

O Banco Central prevê que a economia fique estabilizada em um curto prazo, melhorando o cenário.