Brasil leva a melhor em clássico e bate a Rússia por 3 sets a 1

O primeiro jogo da terceira semana da Liga das Nações reservava um clássico logo de cara. Mas, a seleção brasileira masculina de vôlei não se intimidou e, em Ufa, casa do adversário, bateu a Rússia, nesta sexta-feira (08.06) por 3 sets a 1 (25/21, 25/20, 25/27 e 25/18), na Ufa Arena. Com o resultado, o Brasil chegou a 18 pontos na classificação geral e assumiu a liderança do campeonato, passando a frente da Polônia.

Nesta primeira edição da Liga das Nações, o Brasil já venceu Sérvia, Alemanha, Coreia do Sul, China, Estados Unidos e hoje Rússia, e sofreu apenas um resultado negativo, por 3 sets a 2, para a Itália.

Na partida desta sexta-feira, o oposto Wallace foi o maior pontuador do jogo, com 22 acertos (19 de ataque, um de bloqueio e dois de saque). Outro destaque ficou por conta do ponteiro Maurício Borges, que marcou 17 vezes, sendo 12 de ataque, um de bloqueio e quatro pontos de saque. Após

“Fizemos uma boa partida, nosso saque entrou muito bem, com exceção do terceiro set, mas, no quarto voltamos a impor nosso ritmo de jogo e conseguimos a vitória e três pontos, que são muito importantes em um campeonato tão difícil e equilibrado como esse”, analisou o campeão olímpico, Maurício Borges.

O técnico Renan também comemorou a boa atuação da seleção brasileira, mas já atento ao próximo desafio da sua equipe.

“Hoje jogamos bem e, sem dúvida, foi uma vitória importantíssima para o nosso time. Foi um resultado conquistado pelo grupo, com a força da equipe, com todos jogando bem, mas não há muito tempo para comemorar. Amanhã temos mais uma partida difícil e temos que manter o foco”, disse Renan.

O próximo compromisso da seleção brasileira será neste sábado (09.06), contra o Irã, às 8h30, com transmissão ao vivo do SporTV 2. O último jogo em Ufa será no domingo (10.06), contra a China, novamente às 8h30 e também com SporTV 2.

O JOGO
O Brasil abriu o placar do jogo com ace de Douglas. A primeira parcial seguiu disputada, com as equipes trocando pontos (4/4). Com Wallace, a seleção brasileira abriu dois em 7/5. Os donos da casa reagiram e viraram o set em 8/7. Com Maurício Borges, o Brasil marcou 10/11 e, novamente com o ponteiro, empatou em 11/11. A equipe verde e amarela assumiu o comando do marcador em 14/13 e, no ponto de saque de Maurício Borges, fez 15/13. Douglas marcou 17/15. A Rússia chegou ao ponto de empate em 18/18. A equipe de Renan pontuou duas vezes, fez 21/19 e o adversário pediu tempo. No ace de Maurício, 23/20. Os russos pediram tempo e, na volta, mais um ace do ponteiro (24/20). No bloqueio, o Brasil fechou em 25/21.

Fonte: Abc do abc

Imagem: Ilustração/Google