Câmara aprova que União gaste livremente 30% de sua arrecadação

Da redação

Nesta quarta-feira (08) foi aprovado no plenário da câmara, projeto – proposto por Michel Temer, que prorroga até 2023 a chamada DRU (Desvinculação de Receitas da União), mecanismo que permite à União gastar livremente parte de sua arrecadação.

A proposta teve 340 a favor e 96 contra – no primeiro turno ela havia sido aprovada por 334 votos a 90. Após aprovação, ainda hoje o texto segue para o Senado, onde também precisará de aprovação majoritária para ser promulgado.

A medida amplia a aplicação livre de 30% de todos os tributos federais vinculados a determinado órgão, fundo ou despesa. Esse percentual era de 20% até 2015. A PEC estende ainda a DRU a Estados e a municípios.