Casa do Consórcio em Brasília contabiliza avanços

Da redação

A Casa do Grande ABC, em Brasília, já contabiliza avanços, como a seleção para o IUC (Programa Internacional de Cooperação Urbana), da União Europeis, e reunião com o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD).

Para o presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), a unidade na Capital do país tem agilizado demandas das cidades da região. No mês passado, a assembleia de prefeitos foi realizada na sede de Brasília. Na ocasião, a entidade pleiteou empréstimo de R$ 20 milhões para modernizar o sistema de rádios analógicos utilizados pelas forças de Segurança e Saúde. Além disso, neste semana, a IUC anunciou que a entidade foi selecionada para o programa, que tem como objetivo permitir acordos de intercâmbio com países europeus e, ao fim do processo, poderá dar condições ao Consórcio de pleitear recursos com organismos internacionais para implementar projetos visados à sustentabilidade e à mobilidade.

Segundo o secretário executivo do Consórcio, Fábio Palacio (PR), outro avanço da sede em Brasília foi a inscrição de projetos do Grande ABC no programa Avançar Cidades. São Caetano, por exemplo, conseguiu inscrever iniciativas de mobilidade em um curto prazo. O valor total dos projetos na cidade pode chegar a R$ 60 milhões e deve contemplar a remodelação da avenida Goiás, com revitalização das calçadas, construção de canteiro central e ciclovia.

O custo mensal da Casa do Grande ABC é de R$ 10 mil por mês, entre aluguel, contas de luz, água, telefone, internet e condomínio.