Ciclista morre após ter braço decepado na Imigrantes

16186258Da redação

O segurança noturno, Dorgival Francisco Sousa, 59 anos, ia para o trabalho de bicicleta por volta das 18h, do último domingo (03), pelo acostamento da rodovia Imigrantes – sentido São Paulo, no km 17,5, ao ser atingido por um veículo, e ter seu braço decepado no momento do atropelamento.

De acordo com o delegado Miguel Ferreira, do 4º DP de Diadema (Grande SP), o impacto cortou fora um dos braços de Sousa, que morreu no local. O membro, cortado na altura do ombro, foi encontrado a mais de um quilômetro de distância da vítima, na avenida dr. Ulysses Guimarães, em Diadema. Segundo Ferreira, o braço teria ficado preso no carro. O motorista não prestou socorro e só teria parado 1,5 km depois, apenas para se livrar do braço.

A polícia ainda trabalha na identificação do veículo. Até o momento, sabe-se apenas que é um carro da montadora GM, modelo Vectra ou Astra, e de cor cinza ou prata.