CMO e Prefeitura aprovam 94% das demandas da população em São Bernardo

Da redação

Foto: PMSBC
Foto: PMSBC

Durante reunião no Paço Municipal, que contou com a participação do prefeito Luiz Marinho, o CMO (Conselho Municipal do Orçamento) e a Prefeitura de São Bernardo estabeleceram que 94% das 67 obras e projetos eleitos prioritários durante o processo de gestão participativa serão incorporados ao orçamento da cidade para o biênio 2017/2018.

A peça orçamentária ainda depende da aprovação da Câmara dos Vereadores, em votação que deve ocorrer até o fim do ano. O CMO, que aprovou por unanimidade a proposta de orçamento, é constituído por representantes dos moradores, eleitos durante as plenárias do Orçamento Participativo (OP), e do poder público municipal.

Apenas 6% das demandas não foram colocadas na peça orçamentária. Foi constatado que algumas solicitações não atendiam aos critérios, por serem classificadas como manutenção, executadas e não como intervenção. A reunião aconteceu na última segunda-feira (25).