Coluna: Avanti tem queda de arrecadação; Tricolor domina público; Fla e Timão no topo; nova oferta a santista

Apesar da queda no faturamento, Verdão tem lotado o Allianz Parque no Brasileirão
Apesar da queda no faturamento, Verdão tem lotado o Allianz Parque no Brasileirão

O presidente palmeirense Paulo Nobre revelou em reunião de diretoria, na semana passada, que o Avanti registrou perda de faturamento nos últimos meses. De acordo com o dirigente, houve um crescimento preocupante no número de sócios-torcedores inadimplentes. Coincidentemente, o Verdão não atualiza o número de associados no Torcedômetro há mais de um mês: ele segue em 126.607 desde o fim de junho.

O Palmeiras faturou R$ 45 milhões no ano passado com o Avanti e a perspectiva era de que esse número passasse com folga dos R$ 50 milhões. Porém, a falta de pagamento de milhares de sócios obrigou a diretoria a refazer a estimativa para baixo. O mais contraditório é que o Allianz Parque tem recebido excelentes públicos no Brasileirão, período da queda na arrecadação.

Jejum ingrato:
Titular do Palmeiras na derrota para o Botafogo, o atacante Leandro Pereira não marca balança as redes há mais de um ano. O último gol ocorreu em 26 de julho de 2015, na vitória do Verdão sobre o Vasco por 4 a 1. No Brugge, da Bélgica, ele passou zerado.

Top 3:
Por falar em torcida, o São Paulo é dono dos três maiores públicos do futebol brasileiro na temporada. Foram 61.766 pagantes contra o Atlético Nacional e 61.297 diante do Atlético-MG, ambos pela Libertadores. No domingo, diante da Chapecoense, outros 54,996 presentes, pelo Brasileirão.

Último a saber:
Enquanto vários sites da Argentina publicaram ao longo de todo o dia que Bauza seria o novo técnico da seleção local, o São Paulo passou a segunda-feira assegurando que não havia recebido qualquer recado do comandante. A ida de Bauza foi confirmada às 19h30.

Os mais populares:
A Conmebol divulgou um ranking dos clubes mais populares da América do Sul e Flamengo e Corinthians, nesta ordem, ficaram com a primeira e segunda colocações, respectivamente. O Fla teria 35 milhões de torcedores, contra 26,3 milhões do Timão. O Boca Juniors aparece em terceiro, com 16,5 milhões.

Nova oferta…
Depois de recusar a proposta da Juventus, Gabigol está na mira de outro clube italiano: a Inter de Milão, que se dispõe a pagar até 30 milhões de euros pelo atacante.

…e despiste
Empresário de Gabigol, Wagner Ribeiro garante que não há pressa para fechar o negócio. “O foco agora está na Olimpíada. Vamos deixar esse assunto de transferência para depois”, afirma.