Confira dicas de primeiros socorros para cuidar do seu pet

Da redação

Reprodução/IG

Não é muito difícil um cachorro ser estabanado, escorregar e cair de algum lugar, principalmente quando é agitado demais. Cair da janela ou da laje pode causar ferimentos graves e merece atenção. Quanto antes o tutor reagir e realizar os primeiros socorros, maior a chance de o pet sobreviver e recuperar-se mais rápido. Para saber como acudir seu bichinho na hora do machucado, aprenda o passo a passo dos primeiros socorros. Isso pode fazer toda a diferença.

O primeiro ponto é que se alguém viu o acidente com o cachorro ou gato, é importante verificar qual região do corpo foi mais atingida no momento do impacto, evitando causar lesões piores.

Também é bom tomar cuidado com possíveis mordidas, já que ele fica irritado com as dores. Se o animal estiver consciente e agitado, é possível improvisar uma mordaça de compressão com um cadarço ao redor do focinho. Mas todo cuidado é pouco para não comprometer ainda mais o quadro respiratório do pet acidentado.

Além disso, suportes ou algum tipo de apoio pode ajudar a transportá-lo, como uma prancha ou um pedaço de madeira. Para prendê-lo pode ser usada uma corda ou cinto que passe sobre as regiões de ombro e coxa, garantindo que a região torácica e abdominal estejam livres.

Para evitar lesões ou perfurações, tente movimentar o mínimo possível a coluna e os ossos do pet em geral. Outro fato a ser lembrando é que qualquer objeto que esteja atravessando a pele do animal não deve ser removido.

Os devidos cuidados serão tomados no hospital veterinário, que deve estar o mais próximo possível do local do acidente, para amenizar as consequências do impacto. Afinal, as lesões causadas por uma queda, por exemplo, podem ir de órgãos internos até fraturas múltiplas.

*Informações IG