Congonhas terá limite maior de atraso e cancelamento de voos

Da redação

O governo federal decidiu mudar as regras de distribuição de slots (horários de pouso e decolagem) para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Com isso, também serão alterados os percentuais mínimos de atrasos e de cancelamentos de voos permitidos no aeroporto, que é o terceiro mais movimentado do país.

Os cancelamentos, que atualmente são limitados a 10% do total de voos, passarão a ser de 20% e os atrasos, antes limitados a 20% poderão chegar a 25% do total. Os novos índices são os mesmos seguidos por outros aeroportos do país, como Brasília, Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Galeão (RJ), Santos Dumont (RJ), Confins (MG) e Pampulha (MG). O terminal de Congonhas tinha regras diferentes desde 2014.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), ainda não está definido quando os novos índices vão começar a vigorar.