Consórcio discute a descentralização de medicamentos de alto custo

Da redação

Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

Os secretários municipais de Saúde do ABC retomaram, na última terça-feira (14), a discussão sobre a distribuição descentralizada de medicamentos de alto custo para as sete cidades. Durante reunião do Grupo de Trabalho Saúde do Consórcio Intermunicipal, os representantes recém-empossados das pastas da região iniciaram o debate sobre possibilidades para modificar a logística da distribuição atual, concentrada no Hospital Mário Covas, em Santo André.

O tema será apresentado pelos secretários municipais aos representantes do governo estadual na próxima reunião da Comissão Intergestores Regional. Os medicamentos cadastrados no Componente Especializado de Assistência Farmacêutico são de uso ambulatorial e se caracterizam pelo alto custo devido ao valor unitário ou pelo estado crônico da doença.