Consórcio discute desenvolvimento habitacional para o ABC

Da redação


Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

O Diagnóstico Habitacional Regional, produzido pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC e pela Universidade Federal do Grande ABC, será à base de um projeto para a gestão da política habitacional das sete cidades a ser desenvolvido ao longo deste ano. O estudo foi debatido pelo Grupo de Trabalho Habitação, durante reunião realizada na última sexta-feira (17).

Apresentando no segundo semestre de 2016, o diagnóstico apontou um déficit de 230 mil moradias na região. Para a continuidade do trabalho, estão previstos cursos, oficinas e trabalho de campo envolvendo integrantes do GT, técnicos e gestores das prefeituras e do Consórcio, professores e pesquisadores da UFABC.

O calendário de atividades neste ano prevê ainda ações de apoio à regularização fundiária e a elaboração de uma estratégia regional para o enfrentamento do problema habitacional.