Consórcio solicita retomada de convênio com Estado para auxílio-aluguel

Os prefeitos do Grande ABC solicitaram na última terça-feira (8) a retomada do convênio com o Governo do Estado para custear 50% do valor do auxílio aluguel das famílias removidas das áreas de risco na região. A questão foi apresentada durante a Assembleia Geral da entidade ao subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita, representante do Palácio dos Bandeirantes no colegiado.

Para viabilizar a retomada do convênio, os municípios vão informar os números atualizados das famílias em situação em risco na região, informou o presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando.

O Consórcio é responsável pela articulação regional que resultou na parceria, desde 2013, com o Governo do Estado para a remoção preventiva das famílias de áreas de risco iminente. No convênio, o Consórcio, em conjunto com as prefeituras, identificou as moradias em risco iminente, a partir dos Planos Municipais de Redução de Riscos, e cada município deu início ao processo de notificação e remoção. Assinada em 2014, a parceria tinha a duração de 36 meses.