Cunha autorizou gastos de luxo da esposa no exterior

Da redação

Cláudia Cruz, mulher do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou em depoimento à Lava Jato – realizado em 28 de abril em Curitiba, que o marido autorizou abertura de conta secreta no exterior, bem como gastos em lojas de luxo.

Segundo depoimento da esposa, os recursos eram provenientes de atividades no mercado financeiro e empresarial, e que nunca questionou a origem do dinheiro.

Para justificar o patrimônio no exterior Cunha alega que a quantia é proveniente de trabalho em comércio exterior nos anos 1980. O deputado diz que todo o dinheiro em contas no exterior tem origem lícita, fruto de negócios que teria feito antes de entrar na vida pública, entre elas a venda de carne enlatada para o exterior e investimentos em ações.