Depois de Doria, Auricchio e Paulo Serra apoiam Morando para Governador

Da redação

Recentemente o Instituto Paraná divulgou pesquisa apontando o atual prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), como o principal nome para o Governo do Estado de São Paulo em 2018.

De acordo com a pesquisa, o tucano lidera o cenário estimulado geral com 36% das citações, à frente de nomes de peso como o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT, 15,3%); do presidente da Fiesp, Paulo Skaf (PMDB, 12,8%); do vice-governador, Marcio França (PSB, 2,4%); e do deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL, 2%).

 

Após a divulgação destes números, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que o colega de partido  é um “bom nome” para concorrer ao Governo paulista na sucessão de Geraldo Alckmin (PSDB), em 2018: “Orlando é um bom nome. Preciso registrar que tem sido um excelente prefeito de São Bernardo, fazendo jus exatamente a boa votação que recebeu fazendo gestão pela cidade”. A declaração ocorreu durante sua participação na Apas Show 2017, no Expo Center Norte, no começo de maio.

Assim como Doria, Paulo Serra e José Auricchio Junior – colegas de bancada e Chefes dos Executivos Andreense e Sancaetanense, respectivamente, compartilham do nome de Morando ao Governo Estadual. “Chegou a vez do ABC, independente de nomes”, afirmou Paulo Serra, prefeito de Santo André. “Ter um nome da região com possibilidade de disputar o Governo do Estado é muito importante, tanto para o Grande ABC quanto para o quadro local do PSDB. O Morando tem uma história pública e política que o credencia para tal posto”, disse José Auricchio Junior, prefeito de São Caetano do Sul.

Histórico

Orlando Morando Júnior, 42 anos, é o atual prefeito de São Bernardo do Campo, cidade onde nasceu. Exerce o cargo de chefe do Executivo após sagrar-se vitorioso na eleição de outubro de 2016. Recebeu 169.310 votos (45,07%), no primeiro turno, ficando na primeira posição entre os concorrentes. Consolidou sua vitória na cidade ao conquistar 213.661 votos (59,94%) no turno final do pleito municipal.
Filiado ao PSDB, está há 20 anos na vida pública, sendo eleito por duas vezes vereador, e em outras quatro oportunidades, deputado estadual. Formado em Administração de Empresas e Direito, é casado, pai de dois filhos e empresário do ramo varejista, sendo integrante do corpo diretivo da APAS (Associação Paulista de Supermercados).
Orlando Morando ganhou a primeira eleição que disputou, em 1996, quando recebeu 1.523 votos para tornar-se vereador. Foi reeleito quatro anos depois. Em 2002, 50.400 eleitores o elegeram como deputado estadual, sendo reeleito em outras três oportunidades: 2006, com 120.771 sufrágios, 2010, ao registrar 138.630 adesões e em 2014, quando conquistou 237.020 votos, sendo o mais votado de São Bernardo, do Grande ABC, e o terceiro mais votado do Estado. Como prefeito, proporcionou economia de R$ 1 milhão por dia em 100 dias de governo, entre as medidas. Resultado rendeu 59,6% de aprovação em pesquisa feita pelo Instituto Paraná