Início Política Brasil Detecta derruba roubo de veículos em até 48% no ABC

Detecta derruba roubo de veículos em até 48% no ABC


Criado em 2014 e com chegada ao ABC em 2017, o sistema Detecta tem ajudado na redução do número furtos e roubos de veículos na região. Em quatro prefeituras (Santo André, São Bernardo, São Caetano e Mauá), a queda de ocorrências chega a 47,9%. Especialista em segurança considera que o próximo passo será implantar câmeras em ‘pontos quentes’, além das divisas entre os municípios.

Santo André apresenta o maior percentual de redução no número de roubos, uma diminuição de 47,9% desde a implantação há dois anos, inaugurou o sistema na região. Em média são recuperados 134 carros por mês. Atualmente são 19 câmeras integradas ao Detecta, todas disponíveis no COI (Centro de Operações Integradas), mas a cidade planeja mais 20 até dezembro.

“A Prefeitura disponibiliza as câmeras que geram dados e as enviam em tempo real para a PM em caso de furto ou roubo. No caso de Santo André, como temos o COI em operação e contamos com a parceira da PM, as viaturas da GCM também ficam a par e podem colaborar no rápido atendimento das ocorrências”, diz Edson Sardano, secretário de Segurança Cidadã.

A segunda maior redução no número de roubos é em São Caetano. Segundo os dados do capitão Hazuki, responsável pelo policiamento na cidade, no primeiro semestre de 2017 foram 143 casos e no mesmo período de 2018, quando o sistema chegou ao município, ocorreram 111 roubos. Já no primeiro semestre deste ano foram 93 casos, cerca de 35% menos em comparação com o período anterior ao Detecta.

Com oito câmeras, Mauá leva a medalha de bronze no ranking regional na queda de roubo de carros. A redução, segundo a Prefeitura, foi de 22,2%. “Mauá, por estar estrategicamente situada entre os trechos Leste e Sul do Rodoanel e a Jacu-Pêssego, tem as características para servir de rota de fuga. Porém, com o sistema e expertise policial, conseguimos desestimular essa prática”, afirma José Paulo Lavra, secretário de Segurança Pública e Defesa Civil.

Com o maior número de câmeras entre as quatro cidades (273 em 120 vias), São Bernardo ainda apresenta números tímidos sobre o Detecta. A queda do número de casos foi de 167 para 165 (-1,2%). Segundo o Paço, apesar do início, o sistema permite realizar um planejamento eficaz no combate à criminalidade e posicionar as ações de polícia nos pontos críticos.

Para o coordenador do Observatório de Segurança Pública da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), o professor David Siena, chegou o momento de ampliar o serviço para outras áreas. “Nós temos os hot points, os pontos quentes que também merecem uma atenção sobre essa situação dos roubos de veículos. Não dá mais para pensar a segurança sem a tecnologia, ainda temos muito a evoluir por aqui”, diz.

Segundo o governo do Estado, desde 2014 foram presos 13.137 suspeitos por causa do Detecta e 8.301 veículos recuperados nas 106 cidades paulistas usuárias do programa.

 

fonte: Repórter Diário

Deixe uma resposta