Diminui número de empresários em busca de financiamento

Da redação

Pesquisa divulgada pelo Sebrae e pelo Banco Central, realizada com cerca de 7 mil microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas em todo o Brasil, aponta que apenas 17% dos empreendedores recorreram ao sistema financeiro em busca de financiamento no primeiro semestre de 2016. Uma queda de quase 30% na comparação com 2015.

Segundo o levantamento, a maioria dos empresários nem considera bater na porta dos bancos quando sentem a necessidade de dinheiro extra para, por exemplo, engrossar o capital de giro. Na primeira parte de 2016, foi isso o que motivou metade dos pedidos de crédito direcionados às instituições financeiras.

As taxas de juros cobradas, em média de 4,5% ao mês, e a falta de garantias para oferecer como contrapartidas aos empréstimos são os pontos que mais afugentam os empresários dos bancos.

Dos que procuraram as instituições, 27% tiveram o empréstimo negado – as recusas de empréstimos pelos bancos cresceram 59% na comparação com o mesmo período de 2015.

 

A pesquisa também mostra que o número de financiamento concedidos às pessoas físicas cresceu de 23% para 35%. Segundo o levantamento, a maior parte dos pequenos empresários acha mais fácil pedir financiamento no seu banco de relacionamento pessoal, mesmo tendo que pagar taxas de juro superiores.