Dólar fecha semana a R$ 3,70 e tem maior queda diária em 10 anos

O dólar perdeu mais de 5% nesta sexta-feira (8), interrompendo três dias de forte alta que levaram a moeda ao maior nível desde março de 2016. O recuo veio após anúncio, na véspera, feito pelo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, de que serão usados todos os instrumentos “necessários” para conter a pressão sobre o câmbio.

A moeda norte-americana caiu 5,50%, vendida a R$ 3,7074. Na mínima do dia, o dólar alcançou R$ 3,6954.

Foi a maior queda percentual diária desde 13 de outubro de 2008, quando o dólar despencou 7,74%, segundo o Valor Online. Com este movimento, acabou limando a alta que vinha acumulando no mês.

Já o dólar turismo era vendido ao redor de R$ 3,87.

Na noite passada, o BC informou que serão ofertados US$ 20 bilhões adicionais em swaps cambiais tradicionais – equivalentes à venda futura de dólares – até o fim da próxima semana. E acrescentou que, se necessário, poderá fazer leilões de linha, venda de dólares com compromisso de recompra, ou até mesmo vender dólares das reservas no mercado à vista.

 Fonte: G1.com