Durante balanço de governo Temer omite demissões de ministros

Michel-TemerDa redação

Durante anúncio realizado pelo presidente interino, Michel Temer (PMDB), neste domingo (12), sobre as medidas consideradas positivas após um mês no cargo, o peemedebista não citou as demissões de dois ministros – Romero Jucá (Planejamento) e Fabiano Silveira (Cultura) e sobre a desistência da extinção do Ministério da Cultura.

O balanço abarcou 14 medidas para a “retomada do crescimento do pais”, entre elas a redução do número de ministérios, a nova meta fiscal, a nomeação de uma equipe econômica, e ações para corte de gastos públicos. Além da proposta enviada ao Congresso para estabelecer novos critérios para nomear presidentes de estatais e fundos de pensão, embora Temer tenha nomeado Guilherme campos (PSD) para a presidência dos Correios na última quinta-feira (09).