Em São Bernardo, GCM e PM concentram ação da Força Metropolitana Integrada em cinco bairros

Da Redação
A Polícia Militar (PM), com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), deflagrou, na tarde da última quinta-feira (12/07), a Força Metropolitana Integrada. A ação foi concentrada nos bairros de Rudge Ramos, Paulicéia, Vila São Pedro, Parque São Bernardo e Jardim Silvina, com foco principal no combate ao roubo e furto de veículos. A dispersão dos 54 veículos para essas áreas da cidade ocorreu no estacionamento do Ginásio Poliesportivo, localizado na Avenida Kennedy, com presença do prefeito Orlando Morando, do secretário de Segurança Urbana, Carlos Alberto dos Santos e do tenente-coronel Ronaldo Gonçalves Faro, comandante do 6º Batalhão da PM. 
 
A Força Metropolitana Integrada, que até o ano passado era chamada de “Força Total”, teve início às 15h, envolvendo 60 oficiais da GCMs e da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) e 80 PMs da Força Tática e ROCAM (Rondas Ostensiva com apoio de Motocicletas). Entre as ações realizadas estão bloqueios e rondas em vias, saturação com viaturas (concentração de efetivos em determinada área da cidade, concentrando a abordagem em motocicletas. Os oficiais também tiveram apoio do helicóptero Águia no patrulhamento aéreo.  
 
“Trata-se de mais uma ação integrada de nossa gestão com a PM em combate à criminalidade. Tivemos vários bloqueios e intensificamos revistas em áreas com maior incidência de boletins de ocorrência efetuados. Estamos trabalhando de forma unificada com as forças de segurança para reduzir os índices de criminalidade de nossa cidade e trazer maior sensação de segurança a nossa população”, disse o prefeito Orlando Morando.
 
O secretário de Segurança Urbana, Carlos Alberto dos Santos, destacou a relevância da operação. “Essa combinação de forças é importante, pois ninguém faz policiamento sozinho, mas sim em conjunto com outros órgãos e com a ajuda da comunidade”, afirmou.  
 
Valorização da GCM – A Prefeitura de São Bernardo tem investindo em uma política de valorização e qualificação do trabalho dos GCMs. Entre as medidas está a modernização do armamento, com aquisição de pistolas Taurus; a renovação da frota, com a entrega de 50 novas viaturas; a incorporação dos GCMs ao regime estatutário; inclusão de 100 novas vagas no concurso público; assim como o anúncio da nova sede do almoxarifado, no bairro Nova Petrópolis, e da nova base da ROMU, no bairro Assunção.