Em SBC, Virada Cultural Descentralizada atrai grande público

Mais de 6.000 pessoas prestigiaram a 1ª Virada Cultural Descentralizada, que celebrou o aniversário de 465 anos de São Bernardo, nos diversos equipamentos culturais da cidade. A ação foi promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Juventude, nos dias 19 e 20 de agosto.

Eventos literários, memória, música, cinema, circo, entre outros, marcaram as ações realizadas na Câmara de Cultura Antonino Assumpção, Biblioteca Monteiro Lobato, Divisão de Ações Ligadas à Juventude (Dajuv), Parque da Juventude Città di Maróstica e Teatro Martins Pena.

O evento começou no domingo (19), na Câmara de Cultura Antonino Assumpção, no Centro, o ponto de partida para o projeto “Ligando os pontos da memória…”. Os participantes puderam percorrer a pé pela Rua Marechal Deodoro os patrimônios tombados que contam um pouco a história de São Bernardo como a própria Câmara de Cultura, Praça Lauro Gomes, os Marcos do Caminho do Mar e a Igreja Matriz.

A diversão continuou no Dajuv, nos dias 19 e 20, que contou com teatro, recreação com piscina de bolinhas, cama elástica, ping pong, zumba, batalha de rimas, street dance, ensaio do coletivo do FotoClube ABC e Cine Cajuv. Já a Biblioteca Monteiro Lobato, pioneira em organizar a Virada Cultural na cidade, contou com uma programação especial com o tema “Música de Todos os Cantos”. As atividades aconteceram nos dias 19 e 20. O espaço contou com um grande sarau musical com danças brasileiras, africanas, árabes, cigana e latinoamericana.

O Centro Livre de Música (CLM) preparou no dia 19 um festival de Corais com a presença do Municipal, Terceira Idade, Infantil, Formação e Oficina do Baeta. O encerramento da Virada foi no dia 20 com o tradicional parque que leva o nome da cidade-irmã de São Bernardo, com a apresentação do Best Trick de Skate, um torneio com as melhores manobras. O Planeta Flash Back, com Silvio Ribeiro e Beto Nini, animou o público com o melhor dos anos 70, 80 e 90.