Início Política Brasil Estudantes da UFABC conquistam transporte para campus de São Bernardo

Estudantes da UFABC conquistam transporte para campus de São Bernardo


Estudantes da UFABC (Universidade Federal do ABC) terão acesso a uma nova linha de transporte que facilitará o trajeto ao campus de São Bernardo.  Após reunião realizada na tarde de ontem (22) na sala da liderança do PT na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), com a presença de representantes da EMTU, de estudantes do Diretório Acadêmico de São Bernardo e do Diretório Central dos Estudantes da UFABC e do deputado Teonilio Barba, que é o líder do PT na Alesp, ficou acordado que haverá uma nova linha atendendo uma demanda dos estudantes.

A linha da EMTU 148 EX começará a funcionar a partir de setembro e vai ligar os principais pontos de São Bernardo até o campus da UFABC na cidade. Os estudantes vão poder contar com integração tarifária, mas a linha é aberta para toda a população que poderá utilizar pagando tarifa normal.

Desde maio deste ano, os estudantes estão com dificuldades no acesso aos campus de São Bernardo e Santo André. A princípio, a UFABC contratava um ônibus fretado que fazia o traslado entre os campus, passando pelos principais pontos nas duas cidades, onde há maior embarque dos estudantes.

Uma exigência do edital de contratação proibia que os alunos e alunas fossem transportados em pé, seriam necessários mais veículos para dar conta da demanda, porém aumentar o número de veículos aumentaria também o valor pago pela universidade à empresa fornecedora do fretado. Sem dinheiro no caixa para ampliar a demanda, foi necessário suspender o serviço.

Sem o fretado, os estudantes do campus de São Bernardo caminhavam pela Alameda da Universidade por cerca de 15 minutos até o ponto mais próximo. João Pedro Ferreira, estudante do curso de Planejamento Territorial explica que a caminhada não é longa, mas o trecho é mal iluminado, cercado por terrenos e prédios vazios e não tem monitoramento policial. “Muitos estudantes já foram assaltados, já houve inclusive casos de assédio”, conta o estudante.

Clóvis Girard, que além de estudante é presidente do Diretório Acadêmico de São Bernardo, conta que já tentavam conversar com a EMTU há bastante tempo, mas somente após a mediação do deputado Teonilio Barba é que conseguiram realizar uma conversa concreta com a EMTU. “A mediação do deputado Barba foi tão eficaz que os representantes da EMTU compareceram já com uma proposta para o problema do transporte”.

Clóvis informa que a medida ainda não atende toda a demanda por transporte na UFABC, e que ainda é preciso pensar medidas para os estudantes do campus Santo André.

Deixe uma resposta