Focada em som, Bose lança tecnologia para óculos de realidade aumentada

A Bose anunciou seus próprios óculos de realidade aumentada. Entretanto, a proposta é não dar indicações por sinais na tela, mas utilizar sons. Anunciado durante o South By Southwest(SXSW), evento de tecnologia, criatividade e entretenimento que acontece em Austin, nos EUA, o Bose AR já tem um protótipo e um plano de que 10 mil aparelhos sejam enviados a desenvolvedores e produtores até o meio do ano.

O gadget funciona da seguinte forma: ele combina dados dos sensores de movimento com informações de GPS do telefone do usuário, de forma que precisa de conexão Bluetooth entre os dois. O Bose AR tem sensores capazes de detectar até nove direções e enviar para o celular dados de movimentos e para onde o usuário está olhando. Nas “pernas” do óculos, há pequenas caixas de som que enviam sons para o ouvido do usuário. Assim, a proposta básica é que, quando uma pessoa estiver olhando para um ponto, possa acionar um som.

Por exemplo, os jornalistas presentes no evento foram convidados a colocar o protótipo e andar pelas ruas de Austin. Quando paravam em frente a algum estabelecimento, ouviam uma pequena descrição do local.

Outra demo convidava o usuário a escolher entre músicas somente com o movimento de cabeça. Na mudança de ambiente, como de um lugar calmo para outro mais agitado, o aparelho pergunta se o usuário gostaria de uma música que abafe o som externo. Estas são algumas utilidades propostas, mas a Bose espera que os desenvolvedores possam ir além com ideias para o aparelho.

Um dos principais gargalos para quaisquer tecnologias como esta é convencer desenvolvedores a produzirem conteúdos para o gadget. Por isso, a Bose destina US$ 50 milhões para aqueles que se comprometerem a produzir para a plataforma. Atualmente já contam com parceria de empresas de avaliação como Yelp, TripAdvisor e a companhia de produtos fitness Strava.

Na SXSW, a Bose mostrou algumas possibilidades de combinações com capacetes de ciclismo, óculos de grau e até modelos que lembram fones de ouvido. Basicamente, a ideia é que qualquer óculos possa vir com a tecnologia de som.

O protótipo apresentado pela Bose na SXSW foi feito em impressora 3D e possui as saídas de som internas, sensores de movimento e um touchpad lateral.

Canal Tech