Gil… Aquele abraço!

imageNascido em Salvador no dia 26 de junho de 1942, aos 74 anos, Gilberto Passo Gil Moreira sempre teve um estilo musical diferenciado. Sempre colocou em suas composições sons, efeitos e batidas com uma marca inédita. Tive o prazer de entrevista-lo por duas vezes em Washington D.C., nos Estados Unidos e cada uma delas com “pessoas” diferentes.
Explico: Uma foi como músico e a outra como Ministro da Cultura do Brasil ( 2003 – 2008) e embaixador da ONU para Agricultura e Alimentação. Ambos, inteligentes e ecléticos, sempre incorporando uma gama de influências e com uma ampla visão, não só no campo musical como também no político.
Gil vem fazendo sucesso há muito tempo. Quando mocinho formou com amigos o conjunto OS DESAFINADOS, onde ele arrebentava no acordeon e no vibrafone. A vontade era tanta, que se apresentavam desde festas de aniversário até escolas e clubes da moda em Salvador. Ainda novinho ficou fã do cantor e violonista também baiano, João Gilberto. Dai pra frente deixou de lado o acordeon e se dedicou ao violão. Começou a escrever poemas, dando vasão a sua criatividade com influências românticas de Castro Alves e Gonçalves Dias.
Em 1966 passou a ser destaque no programa O FINO DA BOSSA que ia ao ar pela TV Record e apresentado por Elis Regina. Gil fez tanto sucesso com a Pimentinha que deixou seu emprego na Gessy Lever e começou a viver só da música. Época de LOUVAÇÃO, lançou um álbum pela PHILIPS RECORDS. Depois veio PROCISSÃO, primeiro SIMPLES do cantor, lançado em 1965. Depois ENSAIO GERAL. Seu primeiro LP chamou-se exatamente LOUVAÇÃO. Nesse álbum tem arranjos de Dorival Caymmi Filho (Dori) e composições de Caetano Veloso, Capinam, Torquato Neto, Geraldo Vandré (inesquecível) e João Augusto.
O sucesso AQUELE ABRAÇO foi popularizado ao cubo pelo grande apresentador CHACRINHA. Com esta música ele ganhou um GOLFINHO DE OURO pelo museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, mas recusou o prêmio, publicando um artigo no PASQUIM (lembram-se ?).
Enfim, a obra de GILBERTO GIL é infinita … ainda tem, entre tantas, EXPRESSO 222, REFAZENDA, REFAVELA, REALCE etc. etc e muito tal! De vida intensa Gil obteve cidadania italiana por ser casado com Flor Giordano – neta de italianos, e é pai de oito filhos. Por tudo isso e pelo lado político e artístico maravilhoso… é que a gente GIL … pronta recuperação (anda meio dodói), feliz aniversário e … AQUELE ABRAÇO!!!