Goleiro da Chapecoense volta para o Brasil

Da redação

Divulgação chapecoense.

O goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes do acidente com o voo da Chapecoense deve passar por uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, na zona sul da cidade de São Paulo, para onde foi levado no início da madrugada de hoje, dia 13.

Ele chegou à capital paulista em voo especial equipado com Unidade de Terapia Intensiva procedente de Medellín. O avião fez escala em Manaus, e aterrissou no Aeroporto de Congonhas – São Paulo, na zona sul da cidade pouco depois da meia-noite.

Follmann é o primeiro sobrevivente da tragédia a retornar ao país. A queda do avião ocorrida em Medellín, no último dia 29 de novembro, deixou 71 mortos e seis feridos, dos quais quatro são brasileiros e dois tripulantes bolivianos. No voo de volta ao Brasil, o jogador veio acompanhado do por uma equipe médica.

O jogador Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel se recuperam bem, e devem retornar hoje à noite ao Brasil em um avião da Força Aérea Brasileira. A previsão é que a aeronave VC-99 Legacy chegue por volta das 21h em Chapecó.