Grupo do iFood é multado em R$ 1 mi por desrespeito às leis trabalhistas

Multado em R$ 1 milhão pelo Ministério do Trabalho a empresa “Rappido”, do mesmo grupo que controla o aplicativo iFood, tem até dia 19 de junho para regular sua situação de motoboys.

675 trabalhadores foram analisados por fiscais que mostraram irregularidades, entre elas, a falta de registro na carteira dos motociclistas e o não recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), de acordo com a pasta.

O auto de infração, divulgado na última quarta-feira, afirma que há relação de emprego entre os motoboys e a empresa, e por esse motivo, deve ser regularizado na carteira profissional, pagando as contribuições previdenciárias.

A Movile, grupo que controla o Rappido, iFood, entre outros aplicativos de intermediação de serviços, caso não regularize sua situação, terá uma nova autuação e pode ser processada na Justiça trabalhista.

No ano passado a Loggi, empresa de motoboys online, também foi multada pelo Ministério do Trabalho em valores próximos de R$ 2 milhões, pelo mesmo motivo.

Imagem: Divulgação/ Internet