IBGE divulga dados sobre taxa de desemprego

Da redação

grafico-subindo1A taxa de desemprego no país, que é medida pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), atingiu 11,2% no trimestre que acabou em maio. Ela é maior do que os 10,2% de fevereiro e aos 8,1% do trimestre que acabou em maio de 2015, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado é o mais alto da série histórica, que começou em março de 2012.

Segundo a pesquisa, a população desocupada chegou a 11,4 milhões, 10,3% (ou 1,1 milhão de pessoas) a mais do que o trimestre acabado em fevereiro e 40,3% (ou 3,3 milhões de pessoas) a mais do que no trimestre que terminou em maio de 2015.

A população ocupada (90,8 milhões de pessoas) ficou estável em relação a fevereiro de 2016. Já em relação a maio do ano passado, houve queda de 1,4%. Os empregos com carteira assinada no setor privado tiveram baixa de 1,2% em relação a fevereiro e de 4,2% na comparação com maio de 2015.