IBGE divulga pesquisa sobre geração de energia eólica

Da redação

windrader-602098_960_720A geração de energia eólica subiu aproximadamente 460,9%, de 2010 a 2014, pulando de 2.177 gigawatts/hora (GWh) para 12.210 GWh anuais no período. Rio Grande do Norte, Ceará e Rio Grande do Sul, nessa ordem, são os Estados que dominam a geração de energia elétrica com a força do vento, segundo dados analisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nesta quinta-feira (23), o IBGE divulgou o estudo “Logística de energia: redes e fluxos do território”, que une dados de agências reguladoras e outros órgãos do governo com ligação ao setor de energia.

Nos 14 Estados que têm parques eólicos, o Rio Grande do Norte responde por 31,32% da “potência outorgada”, conforme dados de 2015. Em seguida vêm Ceará, com 23,38%, e Rio Grande do Sul (19,43%). A Bahia responde por 16,86%.

Apesar da alta, a energia eólica ainda  não é protagonista na geração de energia no Brasil, com 2,1%. A fonte de energia predominante é a hidrelétrica, que respondia por 63,2% da geração total no ano de
2014.