Impasse com Lucão pode fazer São Paulo mandar Lyanco ao Porto

Lucão quer disputar a Libertadores até o fim e sonha em ficar no Tricolor
Lucão quer disputar a Libertadores até o fim e sonha em ficar no Tricolor

Titular do São Paulo contra a Ponte Preta, neste domingo, Lucão ainda não chegou a um acerto com o Porto. Mas o torcedor tricolor não precisa temer pela possibilidade de a compra de Maicon ser cancelada. Caso o garoto revelado na base não aceite fazer parte do negócio, Lyanco poderá ser repassado aos portugueses.

A informação foi revelada por um dos responsáveis pelo acerto com o Porto. Ao Blog, o tio e empresário de Lucão, Jeferson Silva, afirmou que não há interesse por parte do zagueiro em deixar o Morumbi neste momento. “Ele quer ganhar a Libertadores e pensa em ficar até dezembro, porque sabe que pode dar a volta por cima e jogar mais regularmente”, explica o agente, assegurando também que ainda não conversou com Porto ou São Paulo.

Inácio, outro jogador envolvido no negócio, já se acertou com o clube português e deve embarcar nos próximos dias. Ele terá metade de seus direitos econômicos repassados ao Porto, que ainda tem 50% de Lucão, além de R$ 19 milhões em dinheiro do Tricolor.

O impasse envolvendo Lucão também pode ter a ver com uma briga de empresários. O zagueiro já foi cliente de Giuliano Bertolucci, agente brasileiro com excelente trânsito no Porto e responsável por cuidar de Inácio. Porém, desde maio, o tio do zagueiro resolveu assumir a carreira do garoto. Há quem desconfie até que Jeferson se associou a Wagner Ribeiro.

Lucão enfrentará a Ponte ao lado de todo o time de reservas do São Paulo. Bauza decidiu poupar os titulares para a decisão da Libertadores contra o Atlético Nacional, da Colômbia, no dia 6 de julho.