Impeachment: Dilma tem até hoje para entregar defesa

Da redação

Presidente Dilma RousseffOs advogados de Dilma Rousseff têm até hoje (28) para apresentar a defesa à Comissão do Impeachment do Senado. José Eduardo Cardozo, responsável pela defesa da petista, tinha dito que anteciparia a entrega, que não aconteceu. A decisão de prorrogar por mais um dia a entrega foi do presidente da Comissão Especial do Impeachment no Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB).

A partir das últimas alegações, o relator do projeto, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), tem cinco dias para levar seu parecer a respeito da acusação. Na comissão, acontecerá a votação do relatório por maioria simples, além da votação no plenário, sendo conduzida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, dando fim à fase de pronúncia do processo.

Se o processo continuar, Dilma será julgada pelo Senado. O julgamento pode durar três dias, acontecendo no final de agosto. Para a presidente ser afastada de maneira definitiva, 54 dos 81 senadores devem votar favoravelmente. Se isso acontecer, Dilma não poderá ser eleita por oito anos.