Impeachment: Relatório favorável ao processo é aprovado

Da redação

Presidente Dilma RousseffA Comissão Especial do Impeachment no Senado deu parecer favorável ao relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) e ao julgamento que acontecerá por crime de responsabilidade. Foram 14 votos a 5. O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) foi o único que não votou. Agora, a comissão não tem mais trabalhos a respeito do assunto e a pauta vai ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Com data marcada para a terça-feira (9), o relatório recebe a votação de 81 senadores que compõem a Casa. O presidente do STF, Ricardo Lewandowski, comandará a sessão. Com os votos da maioria simples, o relatório é aprovado, o que representa a metade mais um parlamentar. Se o processo prosseguir, Dilma terá o julgamento no fim deste mês.

Se Dilma for afastada definitivamente, ficará inelegível por oito anos. Para ser aprovado, 54 votos são necessários no plenário do Senado.

No julgamento final, os senadores terão de decidir se Dilma será afastada definitivamente do cargo e ficará inelegível por oito anos. Para aprovação, são necessários, no mínimo, 54 votos, em votação no plenário do Senado.