Inadimplência de micro e pequenas empresas bate novo recorde em junho

O número de micro e pequenas empresas (MPEs) com dívidas atrasadas no Brasil chegou a 5,174 milhões em junho, um crescimento de 1% em relação a maio, quando 5,122 milhões de pessoas jurídicas do mesmo porte estavam com dívidas atrasadas, segundo divulgou nesta segunda-feira (13) a Serasa Experian.

Trata-se de novo recorde histórico, superando a máxima anterior registrada em maio. Na comparação com junho de 2017 (4,727 milhões), o aumento chega a 9,5%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência reflete “a lenta retomada do crescimento da economia brasileira, a dificuldade na geração de caixa das pequenas empresas e o aumento do custo de matérias-primas”.

Entre os setores, as empresas de serviços responderam por 46,5% do total das inadimplentes. Na sequência, estão CNPJs negativados do comércio (44,5%) e da indústria (8,6%).

A maioria das micro e pequenas empresas com dívidas atrasadas continua concentrada no Sudeste (54,3%). Nordeste (16,1%), Sul (15,8%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (5,2%) repetiram em junho a sequência já apurada pelo levantamento anterior.

Fonte: G1

Imagem: Reprodução/Internet