Início Economia Indústrias de SP interrompem queda de produção

Indústrias de SP interrompem queda de produção

Da redação

A alta de 1,3% na produção industrial de São Paulo em novembro de 2016 ante novembro de 2015 foi o primeiro avanço, na comparação de um mês com igual período do ano anterior, após 32 meses de queda, mostram os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Ainda assim, segundo André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, faltam dados para sustentar a percepção de uma estabilização na crise do setor industrial.

Segundo o pesquisador, contribuem para a análise pessimista o fato de a alta de 0,2% na produção industrial nacional, na passagem de outubro para novembro, ter ocorrido em apenas cinco dos 14 locais pesquisados e, ainda por cima, em setores pontuais. O destaque foi a indústria automobilística, como os dados na produção industrial nacional já haviam apontado semana passada.

A produção industrial nacional subiu em novembro puxada por Estados importantes, como São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Em todos os casos, principalmente nos dois primeiros, a indústria automobilística puxou o movimento. O pesquisador do IBGE chamou a atenção para as bases de comparação.

A alta de 1,6% na produção industrial de São Paulo em novembro sobre outubro veio em seguida de uma queda de 2,4% em outubro sobre setembro. Já a alta de 1,3% ante novembro de 2015 se compara com um tombo de 13,3% naquele mês sobre novembro de 2014. Em Minas, a alta de 5,9% em novembro sobre outubro seguiu-se a uma queda de 7,9% no mês anterior.

*Informações Istoé