Inverno facilita transmissão da conjuntivite

Da redação

O inverno de 2016 tende a ser o mais frio dos últimos anos devido à dispersão do fenômeno El Niño. Por conta disso, as pessoas costumam passar mais tempo em ambientes fechados e aglomerados, e o clima tende a ficar mais seco. Cenário ideal para manifestação de doenças oculares, como, por exemplo, a conjuntivite, que é a inflamação da conjuntiva – membrana que reveste a parte externa do globo ocular.

Entre os tipos mais frequentes da doença, estão a alérgica e a viral. A primeira, por sua vez, não é transmissível, e acomete pessoas propensas a alergias como rinite e bronquite.

Por outro lado, a conjuntivite viral é facilmente transmissível pelo contato com objetos pessoais contaminados, como maquiagens, toalhas, fronhas e lenços e superfícies infectadas de uso comum, como maçanetas, corrimãos, mesas etc.

Ambientes com grande concentração de pessoas, como escolas, meios de transporte, empresas e shoppings são os mais propícios para espalharem o vírus