Julgamento de Dilma deve durar quatro dias

Da redação

Presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) concede entrevista. Foto: Jane de Araújo /Agência Senado
Presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) concede entrevista.
Foto: Jane de Araújo /Agência Senado

O primeiro dia do julgamento da petista será quinta-feira (25), às 9h. Após conversa de Renan Calheiros (PMDB-AL) com Ricardo Lewandowski, o estimado é que o julgamento de Dilma dure quatro dias, terminando na terça-feira (30). No cálculo não foi contado o fim de semana.

Ricardo Lewandoski que é presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) presidirá a sessão que decide sobre o futuro político de Dilma, que deve comparecer para se defender.

Para Dilma sair de vez, 54 dos 81 senadores devem votar favoráveis ao processo contra a petista. Se ela sair, Temer assume de forma definitiva e Dilma não poderá se eleger por oito anos. Caso o mínimo de votos não seja alcançado, ela volta à presidência e o processo é arquivado.