Justiça acata denúncia da PGR que classifica PT como facção criminosa

A justiça federal decidiu acatar a denúncia feita pela PGR (Procuradoria Geral da República) para classificar o PT como organização criminosa. Com a denúncia, toda cúpula do partido passará a ser réu. A acusação da procuradoria é embasada no argumento de que durante os 14 anos de governo do PT, a Petrobras teria sido lesada em quase R$ 1,5 bilhões e o esquema criminoso teria possibilitado vantagens para outras organizações como:  Odebrecht, OAS e Camargo Corrêa.

A denúncia também relata que os líderes Lula e Dilma teriam ajudado o PP, MDB da câmara e o MDB do senado. Os desvios do PP teriam chegado a R$ 391 milhões, os do MDB do senado, R$ 864 milhões, e os do MDB da câmara, R$ 350 milhões.