França tenta favorecer reduto político com 70 milhões em verba, mas Doria veta decisão

No último sábado (05/01), foi publicado no Diário Oficial da União o cancelamento de R$ 143 milhões de reais, em convênios assinados nos últimos dias de dezembro pelo então governador paulista Márcio França (PSB). Do total, mais de R$ 60 milhões haviam sido destinados para cidades do litoral – reduto eleitoral de França.

Do montante anulado, R$ 47,7 milhões eram convênios com a cidade de São Vicente, e R$ 20 milhões com para Santos – cidade do prefeito tucano Paulo Alexandre Barbosa que apoiou França e ficou contra Doria nas eleições. Outros R$ 1,9 milhão foram destinados para a cidade de Guarujá.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, os projetos “não cumpriram os requisitos técnicos comuns”. Ainda de acordo com ele, agora os projetos serão reavaliados, e os que forem necessários para os municípios poderão voltar aos planos do governo João Doria.

Com informações: Valor Econômico e Folha de São Paulo