Materiais apreendidos em operação em São Bernardo são destruidos

Da redação

De janeiro a junho deste ano, a prefeitura de São Bernardo do campo realizou ações de fiscalização da Guarda Ambiental e da Secretaria de Gestão Ambiental da Prefeitura de São Bernardo.

Todos os materiais que foram apreendidos foram destruídos por tratores na última quinta-feira (9) na base náutica da Inspetoria da Guarda Ambiental, no Riacho Grande.

Entre os materiais havia sete barcos, três botes, 200 garrafas, 10 mil metro de rede de pesca, 30 gaiolas, cinco armadilhas, 15 arapucas e mais de 50 alçapões.

Além disso, 15 balões de 30 metros e apetrechos utilizados para fabricação de balões também foram destruídos. O material segue, agora, para reciclagem.

A fiscalização ambiental em São Bernardo ocorre diariamente. Uma vez por semana o trabalho é complementado por meio de patrulhas com helicópteros, embarcações e viaturas da Guarda Ambiental.

Tudo o que é apreendido é guardado na IGA por dois meses. Quando não são retirados, são inutilizados e levados para reciclagem.