Mesmo com apoio do PT, Márcio França fracassa na região do ABC

Da redação

De acordo com levantamento realizado pelo jornalismo da TV+ ABC, no que depender do eleitorado do ABC o candidato a reeleição, e atual governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB), não será eleito. No primeiro turno o candidato perdeu na maior parte das cidades da região para seu oponente, João Doria (PSDB).

Nem mesmo o “candidato da região” ao Governo do Estado, e ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), chegou perto na disputa travada na região que poderia ser considerada “seu reduto”. A única cidade do ABC em que Marinho teve maior número de votos que seus oponentes foi em Diadema, com 60.066.

A vitória avassaladora de Doria sobre seus oponentes na região considerada o “berço do sindicalismo”, apenas reforça a força de seus apoiadores no ABC.

Confira os números abaixo dos três candidatos citados na matéria acima:

CANDIDATO CIDADE NÚMERO DE VOTOS PERCENTUAL
JOÃO DORIA SANTO ANDRÉ 112.911 31,81%
MÁRCIO FRANÇA SANTO ANDRÉ 59.681 16,81%
LUIZ MARINHO SANTO ANDRÉ 55.321 15,58%
JOÃO DORIA SÃO BERNARDO DO CAMPO 111.307 28,25%
MÁRCIO FRANÇA SÃO BERNARDO DO CAMPO 57.680 14,64%
LUIZ MARINHO SÃO BERNARDO DO CAMPO 101.340 25,72%
JOÃO DORIA SÃO CAETANO DO SUL 37.824 38,37%
MÁRCIO FRANÇA SÃO CAETANO DO SUL 16.684 16,92%
LUIZ MARINHO SÃO CAETANO DO SUL 5.328 5,4%
JOÃO DORIA DIADEMA 44.798 22.82%
MÁRCIO FRANÇA DIADEMA 35.382 18,02%
LUIZ MARINHO DIADEMA 60.066 30,60%
JOÃO DORIA MAUÁ 46.714 26,95%
MÁRCIO FRANÇA MAUÁ 34.568 19,94%
LUIZ MARINHO MAUÁ 32.875 18,96%
JOÃO DORIA RIBEIRÃO PIRES 15.561 28,78%
MÁRCIO FRANÇA RIBEIRÃO PIRES 13.244 24,49%
LUIZ MARINHO RIBEIRÃO PIRES 7.006 12,96%
JOÃO DORIA RIO GRANDE DA SERRA 5.046 25,13%
MÁRCIO FRANÇA RIO GRANDE DA SERRA 4.951 24,66%
LUIZ MARINHO RIO GRANDE DA SERRA 3.733 18,59%

No próximo dia 28 (domingo), João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) disputam o segundo turno das eleições para governador do Estado de São Paulo. De um lado Doria alavanca nas pesquisas com o apoio do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), enquanto Márcio França conta com os aliados PT e PMDB.