Metrô e trem funcionam normalmente nesta terça-feira

4c6knzgfe9e9iiviny392uy8yDa redação

Funcionários da CPTM aceitaram proposta da empresa e desistiram definitivamente da greve. Após a companhia propor novamente 10,44%, que desta vez foram aceitos pelos sindicatos que representam a categoria.

Já os metroviários adiaram a paralisação e decidiram continuar a negociação com o Metrô, após acatarem sugestão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) dada em audiência de conciliação, segundo a qual uma nova reunião cocorrerá na próxima terça (31). Na assembleia ficou decidido que se funcionários e empresa não chegarem a um acordo na próxima semana, os metroviários farão greve no dia 1ª de junho.

A categoria pede reajuste de 10,82% (referente a inflação), mais 6,59% de aumento real. O Metrô propõe aumento de 7,5% no salário. Na reunião de conciliação, o TRT propôs 10,03% o que recompõe a inflação pelo índice FIPE. Tanto metroviários quanto o Metrô rejeitaram a proposta.

As decisões pertinentes aos dois casos se deram em assembleias realizadas na noite desta segunda-feira (23).