Foto: BRUNO ESCOLASTICO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Metroviários, ferroviários e motoristas de ônibus de São Paulo suspenderam a greve, prevista para começar hoje (20), após o governo incluir as categorias no grupo prioritário de vacinação contra o coronavírus.

Os funcionários do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) serão vacinados a partir do dia 11 de maio, conforme confirmado pela gestão estadual nesta segunda-feira (19).

A campanha deve ser anunciada oficialmente pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa no início da tarde desta terça (20).

Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, cerca de 9.500 trabalhadores devem ser imunizados. Todos os operadores de trem serão vacinados, independentemente da idade.

Aglomeração de passageiros nos trens da linha 7 Rubi da CPTM, que liga a cidade de Francisco Morato até a estação Brás, na região central de São Paulo, na manhã desta sexta-feira, 16, em meio à pandemia de coronavírus que afeta o Estado. — Foto: ROBERTO COSTA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Aglomeração de passageiros nos trens da linha 7 Rubi da CPTM, que liga a cidade de Francisco Morato até a estação Brás, na região central de São Paulo, na manhã desta sexta-feira, 16, em meio à pandemia de coronavírus que afeta o Estado. — Foto: ROBERTO COSTA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Já no caso dos trabalhadores da manutenção e os que ocupam funções nas estações, como segurança, limpeza – incluindo os terceirizados – e funcionários das bilheterias, serão vacinados apenas aqueles com mais de 47 anos.

De acordo com a pasta, essas categorias têm contato com 4 milhões de passageiros por dia. A categoria reivindicava a “vacinação imediata para todos os trabalhadores do transporte público”.

Ônibus

Segundo o Sindicato dos Motoristas de Ônibus (Sindmotoristas), após mais de três horas de reunião com representantes da gestão de João Doria (PSDB), o governo se comprometeu a incluir os profissionais no grupo prioritário e a data de início da vacinação da categoria deverá ser anunciada na próxima quinta (22).

Vacinação em SP

No estado de São Paulo, idosos com mais de 67 anos, profissionais da educação com mais de 47 anos e servidores da segurança pública, como policiais e bombeiros, podem receber a vacina contra a Covid-19.

A partir desta quarta-feira (21), idosos com 65 e 66 anos também passam a ser elegíveis para a vacinação no estado.

Calendário de vacinação atualizado pelo governo estadual nesta quarta  — Foto: Reprodução/Governo de SP

Calendário de vacinação atualizado pelo governo estadual nesta quarta — Foto: Reprodução/Governo de SP

G1

Deixe uma resposta