Morando retoma obras do Viaduto Castelo Branco

A Prefeitura de São Bernardo, sob gestão de Orlando Morando, oficializou nesta sexta-feira (12/01), a retomada de mais uma obra na cidade, que foi paralisada e abandonada pela administração do ex-prefeito Luiz Marinho (PT). Desta vez, a confirmação do reinício dos serviços foi feita com o Viaduto Castelo Branco, situado no bairro Alves Dias, que fará interligação com a Avenida José Odorizzi, que faz parte do Corredor Leste-Oeste.
 
Na companhia do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, demais secretários, vereadores da base aliada, além de moradores e comerciantes locais, Morando autorizou a reativação de todo o projeto, que compreende investimento na ordem de R$ 36 milhões. Ao todo, são aproximadamente 250 metros de extensão em cada uma das duas pistas (ida e volta) da Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco, com a Estrada Samuel Aizemberg, e destino à Avenida José Odorizzi. A previsão de conclusão dos serviços é para agosto deste ano.
 
Com a ação, a partir desta sexta-feira, 200 operários atuarão no canteiro de obras, gerando emprego e renda para São Bernardo. “Além de retomarmos o desenvolvimento da cidade, com a redução do prejuízo do comércio e moradores do entorno, estamos também cumprindo os compromissos assumidos por este governo. Não iremos começar obras novas antes de entregarmos aquelas que estavam paralisadas. Já na próxima semana, as vigas metálicas que estão na Avenida José Odorizzi serão retiradas e implantadas no viaduto”, confirmou o prefeito Orlando Morando.
O projeto de Viaduto Castelo Branco foi encontrado pela atual gestão abandonado. Para a retomada foi necessário um amplo planejamento, que passou por auditoria do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). O projeto foi iniciado em julho de 2014 e paralisado em outubro de 2016 pelo governo do ex-prefeito Luiz Marinho (PT).
 
“Daqui há 7 meses teremos a conclusão do viaduto, com a garantia de que as obras não serão paralisadas novamente. As medidas econômicas adotadas no ano passado nos permitiram aumentar o reit do município, o aporte financeiro está garantido de forma integral, por meio de empréstimos e verba do tesouro direto”, reiterou o chefe do Executivo.
 
No fim do ano passado, a atual Administração já havia obtido retomadas importantes de outros projetos abandonados, como Corredor do Grande Alvarenga, Terminal Grande Alvarenga, Corredor Vergueiro, Hospital de Urgência, Estacionamento do Paço, Creche do Riacho Grande e Jardim Nazareth, entre outras.
 
Segundo o secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador, outras frentes de obras serão anunciadas gradativamente pela Administração, o projeto prevê ainda a duplicação da Rua dos Flamingos e conclusão do viaduto que liga a Avenida José Odorizzi e a Scania. “O novo viaduto Castelo Branco influenciará diretamente na mobilidade urbana da cidade, os motoristas que acessam o local ganharão, pelo menos, 30 minutos no trajeto que liga a Avenida José Odorizzi e a Avenida Samuel Aizemberg e passam a evitar o cruzamento destas vias”, concluiu.