Mudança no preço da conta de luz

Da redação

1_lampadaA conta de luz deste mês cobrará a taxa extra, conhecida como bandeira tarifária. Em novembro, a bandeira será amarela, o que corresponde à cobrança de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, segundo informações divulgadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O mês de janeiro de 2015 foi o primeiro em que as bandeiras começaram a ser cobradas, com o objetivo de cobrir o custo mais alto de gerar energia por meio de usinas a carvão, quando o período de seca não ajuda os reservatórios das hidrelétricas pelo país.

A bandeira verde estava em vigor de abril até outubro, por isso não houve cobrança de taxa. Com pouca chuva, o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas cai, o que diminui a produção de energia. Para balancear a queda, o governo manda acionar usinas termelétricas, a carvão, que são mais caras. Foi o que aconteceu no país desde 2013.

A bandeira vermelha foi criada para estipular uma cobrança extra na conta de luz para custear esses gastos maiores na produção de energia. Em 2016, choveu mais e o volume dos reservatórios melhorou e o consumo das famílias e indústrias caiu.