Mulher de Cunha vira ré na Lava Jato

a-jornalista-claudia-cruz-mulher-do-presidente-da-camara-dos-deputados-eduardo-cunha-pmdb-rj-1447051793393_300x300-415x260Da redação

O juiz federal Sergio Moro aceitou a  denúncia apesentada pelo Ministério Público Federal contra Claudia Cruz, mulher do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Cláudia se tornou ré pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas no processo da Operação Lava Jato desmembrado pelo Supremo Tribunal Federal a pedido da Procuradoria-Geral da República. O processo trata de contas bancárias secretas na Suíça – não declaradas à Receita Federal.

A filha de Eduardo Cunha, Danielle Dytz da Cunha, também era investigada, mas não foi denunciada pelo Ministério Público Federal.