No Dia Mundial do Refugiado, conheça os campos que acolhem milhões pelo mundo

refugiadosDa redação

Segundo relatório “Tendências Globais” do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados) – responsável por registrar o deslocamento forçado de pessoas pelo mundo, divulgado nesta segunda-feira (20), uma em cada 113 pessoas no mundo é, atualmente, reconhecida como refugiada.

Esta é a primeira vez que os números de deslocamento forçado ultrapassaram o marco de 60 milhões de pessoas. Os países que se destacam como origem de refugiados são: Síria, com 4,9 milhões de refugiados; Afeganistão, com 2,7 milhões e Somália, com 1,1 milhão. Já os países com maior número de deslocados internos são Colômbia (6,9 milhões), Síria (6,6 milhões) e Iraque (4,4 milhões), destaca o relatório.

Os “refugiados” deixam o país de origem para fugir de guerras ou de perseguições por motivo de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opinião política. Enquanto os migrantes, por sua vez, saem por vontade própria.

Segundo o último relatório divulgado pelo Conare (Comitê Nacional para os Refugiados), até abril de 2016, 8.863 pessoas foram reconhecidas como refugiadas no Brasil. Os principais países de origem destes refugiados são: Síria, Angola, Colômbia e República Democrática do Congo.